quarta-feira, 15 de maio de 2013

NOTA DE ESCLARECIMENTO ENVIADA PELO CANTOR DA BANDA DEIXE DE BRINCADEIRA

O cantor Giullian Monte vem através da presente nota fazer algumas considerações acerca de fatos que vem sendo veiculados na imprensa desde a última sexta-feira.

1- Na tarde da última sexta-feira (10), o cantor envolveu-se em um acidente de trânsito, tendo o mesmo evitado o atropelamento de uma senhora que, desavisadamente, atravessou a rua;

2- Na ocasião, a Polícia Rodoviária Estadual esteve no local e realizou os procedimentos de praxis, exceto o teste de alcoolemia através do etilômetro;

3- O cantor recusou-se a realizar o mencionado teste, pois havia ingerido bebida alcoolica mais cedo, durante o almoço;

4- De acordo com o Teste de Constatação de Embriaguez, padrão do CONTRAN e utilizado pela PRE na ocasião, Giullian não estava sonolento, com olhos vermelhos, vômito, soluços, desordem nas vestes, agressivo, arrogante, exaltado, irônico, falante ou disperso, estando somente com leve odor de álcool no hálito;

5- Assim, diferentemente do que alguns veículos de comunicação divulgaram, o cantor não estava embriagado ao volante, mas havia ingerido álcool anteriormente;

6- Vale ressaltar que o ato consciente de Giullian em evitar que o carro atingisse em cheio a senhora que atravessava a rua, certamente deve ter lhe salvado à vida, bem como fez com que ela saísse ilesa do acidente, fato constatado pelo cantor que parou para prestar socorro imediatamente e pela Polícia Rodoviária Estadual que vinha poucos metros à frente do acontecido;

7- Na Delegacia de Polícia, o delegado fixou a fiança em R$ 200,00 (duzentos reais), que foram pagos e Giullian foi liberado. No entanto, na manhã de domingo ao chegar em sua residência após uma noite longa de dois shows na capital, recebeu através de um oficial de Justiça uma intimação para realizar um novo pagamento de fiança, arbitrada pelo magistrado do plantão, no valor de R$ 9.560,00 (nove mil quinhentos e sessenta reais) até às treze horas do domingo, sob pena de prisão;

8- Interessante ressaltar que aos domingos existe limite para transações bancárias e que, numa cidade perigosa como anda Currais Novos, onde não há prisão para criminosos, não é seguro guardar tão vultuosa quantia em casa. Giullian só não foi preso graças à solidariedade dos amigos que se uniram para somar o valor e evitar a prisão de um homem de bem que vive do suor de seu trabalho.

Por fim, Giullian Monte e toda sua família agradecem a todos os amigos e fãs pela solidariedade prestada nos últimos dias. E agradece a Deus pela intercessão que fez com que a senhora saísse ilesa do acidente.
EDUARDO DANTAS

Nenhum comentário: